Escolhas

​ Perdi a conta das vezes que pensei e das vezes que efetivamente desisti de um amor. Perdi a conta das vezes que me decepcionei e me desiludi, das vezes que me peguei  imaginando se valeria a pena seguir em frente, esperando por amor.

 É verdade que o amor dói? É verdade que pode chegar a um determinado momento que é  tarde demais para o amor, ou que o amor é para alguns, mas não para todos? 

Se você está se sentindo desesperada, querendo jogar a toalha e declarar ao universo “Não dá mais!”, respire fundo. Pergunte a si mesma se o problema não  tem mais a ver com as suas escolhas de parceiro (a) do que com seu modo de ser ou de agir .

 Algumas pessoas não podem, não querem e não sabem receber amor e como somos amor, quando ele transborda em nossa essência, consequentemente essas pessoas não nos recebem ou não nos dão valor.

 Escolha pessoas que sejam capazes de recebê-la e corte da sua vida as que não são . Não insista em ser infeliz, porque a infelicidade vicia. Escolha.

Publicado por Papo Reto com Liliane Ribeiro

Liliane Ribeiro, autora incrível, com uma abordagem inspiradora e engraçada do universo feminino. Com 3 livros publicados no Brasil e Portugal. Seu primeiro livro faz parte do acervo da Biblioteca Nacional de Portugal.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: