​QUEM DISSE QUE MULHER TEM QUE SER FIEL?

Como aqui o “Papo é Reto” vamos direto ao ponto. Na minha visão sobre relacionamentos acho sinceramente, que dependendo do status do seu relacionamento, se não há compromisso da outra parte, você deve  “sair” com outras pessoas. Chocou? Então sente que vem mais. 

 

Namoro significa “exclusividade” quando existe exclusividade das duas partes e, casamento significa “monogamia” quando existe monogamia das duas partes. 
Nas duas situações você tem a opção de pular fora quando não existe comprometimento. Mas infelizmente nem sempre pulamos fora na esperança de que algo mude e assim, vamos deixando rolar para ver o que acontece. E o que acontece nós já sabemos: sofrimento, dor perda da autoestima e o fundo do poço.

 

 Amiga, saiba que você pode melhorar drasticamente qualquer relacionamento e inspirar mais paixão do outro, que não te dá exclusividade, se você também não levar esse namoro unilateral como compromisso.  Se você está em um namoro ou em uma relação com um homem que ainda não está totalmente empenhado em você, então você pode sair com outros homens sim. Ao fazê-lo, você sentirá que você tem opções e você não investirá todo o seu tempo e energia em um homem que não sabe ainda que tipo de futuro ele quer ter com você.

 

Eu sei que as minhas teses vão de encontro ao que aprendemos desde crianças em uma sociedade que prega uma coisa e faz outra.  Vivemos dentro de uma redoma de mentiras sociais. A verdade é que no momento que você dá ao homem o centro do seu mundo é o momento que ele se torna menos romântico. Isto é porque o cara sabe que você está se dedicando a ele exclusivamente antes dele ter dado a você o compromisso que você deseja, e pensando nele em primeiro lugar você começa a pensar menos em você.

 

Perdoe-me, mas priorizar uma pessoa quando ela não te prioriza é uma demonstração de fraqueza e falta de amor-próprio descomunal. Ser exclusiva de uma pessoa automaticamente não faz o amor durar e muito menos é sinônimo de compromisso para a outra parte.

 

Mantenha-se aberta para novas opções e foque no que você precisa isso vai mudar a sua vibe. Você não precisa literalmente sair com outros homens se não sentir vontade. Mas deixe o caminho aberto para quem tem interesse em você. Se der vontade de sair com essa pessoa a decisão é sua, seja feliz. Arrume-se, sinta-se bonita e desejada. Foque nas coisas que fazem você se sentir gostos, romântica e maravilhosa por dentro e por fora, você pode mudar completamente a sua vida.

 

Em vez de ficar desesperada por alguém que não te retribui, sinta-se livre. Em vez de viver mendigando sentimentos, você se sentirá mais forte. Amiga, esse é o tipo certo de vibração, essa é a chave para encontrar o homem certo que valorizará o seu amor e a sua devoção para sempre.
 Passei grande parte da minha vida fazendo do outro o centro do meu mundo, a minha razão de viver, porque eu estava tão envolvida e queria que tudo desse certo, mas tudo o que consegui com a doação 100% foi empurrá-los para ainda mais longe do que eles já estavam de mim. 
Após sofrer horrores eu me dava conta de que mais uma vez eu estava com foco na pessoa errada! Depois de ler muito, estudar bastante sobre a personalidade humana resolvi fazer tudo diferente, e foi impressionante como as coisas mudaram completamente. Comecei a ver resultados imediatos. Quanto menos me doava para quem não me valorizava, mais eu recebia. Alguns até mudaram de atitude, o inexperado acontecia.
 No livro vou a fundo nesse assunto.  A verdade é que qualquer relacionamento em que não há cumplicidade você perde seu tempo quando se fecha para novas oportunidades. Pense nisso. O assunto é polêmico sinta-se à vontade, todo comentário é bem vindo. Aprendemos dividindo experiências.  #LilianeRibeiro
Liliane Ribeiro é jornalista, blogueira, escritora e autora do livro ” Papo Reto com Liliane Ribeiro ” à venda nas melhores livrarias em todo Brasil e online.  Editora Novo Século. Adquira o seu!

Publicado por

Papo Reto com Liliane Ribeiro

Conselheira, espírito nômade, mediadora, inovadora, despudorada e bem-humorada é assim que me auto-defino. Escrevo o que sinto e o que penso sem a preocupação de agradar ao leitor. Escrevo para seres humanos que amam e querem ser amados sejam eles homens , mulheres, heterossexuais, homossexuais, trans, ricos ou pobres. A linguagem do amor é universal ela não faz distinção de pessoas, basta estar vivo para morrer de amor. Talvez seja exatamente por isto que as pessoas se identificam com a minha linguagem. O meu objetivo é empoderar pessoas para que elas não caiam nas ciladas que a paixão nos prepara e se caírem, que se levantem o mais rápido possível para seguirem a viagem insólita que é a busca do par perfeito.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s