TALVEZ 

TALVEZ
Ah,  essa danada da esperança de que um dia a coisa vai acontecer que te impede de seguir em frente.
 Ah, essas desculpas que você dá, quando ele não está nem aí para você e que te move para querer lutar mais para ganhar um pouco de atenção. 
Ah, essa coisa que ele diz ou faz que te lava a acreditar que há algo acontecendo, que há uma centelha, que há química, que a coisa vai rolar…
Onde foi parar a aproximação que você pensou ter acontecido depois daquela  conversa profunda e que nem por isso ele mudou?
São tantas hipóteses, cenários e pensamentos em sua cabeça. São tantos desejos e sonhos, mas não há nada de concreto, nada tangível ao toque e nada coerente para fazer você acreditar que seja real.
Mas porque você quer que seja verdade,  você começa a pensar nos “ TALVEZ” e finge existirem pequenos detalhes que mostrem que ele se importa.
 Você começa a tropeçar em palavras que não significam necessariamente nada, mas são essas coisas que fazem com que você se sinta especial, mesmo sabendo,  que ele pode fazer surgir as mesmas paranoias na cabeça de outra pessoa.  “Peraí !”  Será que existe outra pessoa?  “ TALVEZ”…
Ah, aquela mensagem de texto que ele enviou quando estava  bêbado em uma noite aleatória que fez você pensar que “ TALVEZ”  ele sempre se lembre de você….
Porque “ TALVEZ”  é a palavra que você usa quando você não está pronta para perder uma pessoa e você quer encontrar  razões para ela ficar.
É através do “ TALVEZ” que você encontra motivos para acreditar, que no momento certo, ele voltará a ser a mesma pessoa dos primeiros encontros.
Mas a verdade é, que ninguém muda, seus sonhos  não se tornam realidade, mas você continua no “ TALVEZ” existente nas possibilidades, nos cenários, nas esperanças, falsas esperanças de um amor expirado.
Contudo o amor é um pouco mais certo do que um “ TALVEZ” é um pouco mais consistente do que mensagens regadas pelo álcool, é muito mais atencioso de que apenas algumas noites especiais, é muito mais do que palavras, é muito mais do que apenas um desejo ou do que a espera de um sinal. 
Não  desperdice seu tempo em um  amor “ TALVEZ”, porque se ele começa com “ TALVEZ”, você  nunca será capaz de encontrar algo absoluto – definitivo. TALVEZ. .. #LilianeRibeiro
Saiba mais: 

Amazon.com.br https://goo.gl/fwM6aT

Saraiva Online https://goo.gl/q9MxA9

Livraria da Folha https://goo.gl/XGfIAK

Cia dos Livros https://goo.gl/81PWE1

Submarino https://goo.gl/SJbLtQ

Livraria Cultura https://goo.gl/YzbFri

Publicado por Papo Reto com Liliane Ribeiro

Liliane Ribeiro, autora incrível, com uma abordagem inspiradora e engraçada do universo feminino. Com 3 livros publicados no Brasil e Portugal. Seu primeiro livro faz parte do acervo da Biblioteca Nacional de Portugal.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: