As nossas escolhas 

Como parar de escolher os homens errados?
 Por que fazemos essas escolhas que acabam nos prejudicando?  E depois nos perguntamos:  “O que nós fizemos de errado? ”
 Terminamos a relação ao invés de aceitarmos o fato de que a outra pessoa talvez não soubesse como nos  satisfazer. Ou  talvez aquela pessoa seja mesmo um idiota e mesmo assim o escolhemos. 
Certa vez,  terminei  um relacionamento depois de descobrir que ele ainda mantinha um relacionamento com a ex, que na verdade era atual.  Lembro-me que aquilo foi como uma navalha na minha carne.  Eu, imediatamente, me perguntei :”O que em eu faço errado?”
Eu tinha feito tudo errado. Desde o início eu sabia que ele não tinha nada a ver comigo. E como éramos diferentes eu  pensava que eu tinha que ser como ele  para ser amada por ele. Então eu desliguei a minha feminilidade, como ele não abria mão das coisas que me incomodavam, eu abria mão das minhas e passava por cima das dele, como se aquelas atitudes não me atingissem.  Assim, é óbvio o porquê não deu certo. Eu era anulação pura. 
O pior de tudo é que verdadeiramente eu nem o amava. Mas estava ali sofrendo a traição de alguém que eu não amava. Vai entender…
Saí daquele sofrimento e continuei nas escolhas dos homens  emocionalmente indisponíveis,  homens que de alguma forma tinham “rabo preso” com alguém ou alguma coisa que os impedia de serem no mínimo 50% meu. 
Contudo eu dizia que eu não era digna de amor, porque eles não me amavam. A razão daquilo tudo estava na minha falta de amor-próprio e na minha baixa auto-confiança. Eu não era menos bonita do que as outras mulheres, que viviam rodeadas de pretendentes. Eu tinha pressa e não sabia que elas também estavam tendo problemas em suas escolhas. Nem tudo é como aparenta ser. 
 Foi preciso chegar ao fundo do poço para  finalmente eu tomar a direção da minha história. Comecei a ser a protagonista da minha história.  Quanto mais eu cuidava da minha vida, buscava novas amizades,  meu crescimento como profissional, cuidava do meu corpo e da minha aparência para me sentir realizada , para Liliane Ribeiro e não para os outros ou para competir com outras mulheres, eu era apreciada, paquerada e desejada. EUREKA! Eu tinha descoberto a fórmula!
As mudanças aconteciam de dentro para fora e a forte crença do “eu não mereço “, “a vida é uma luta”, “eu não sou o bastante” não mais faziam parte do meu curriculum. Eu olhava para trás e via o quanto de oportunidades  eu tinha  jogado fora e por tanto tempo. E prometi que nunca mais eu seria entrega para quem não era doação . 
Agora quem executava o show era eu. O fato de eu saber tão claramente o que eu quero em todas estas diferentes áreas da minha vida, fazem com que eu receba o que eu desejo. Eu tenho quem e o que eu quero e se algo não sai como o planejado ou esperado eu simplesmente não sofro mais, “abro logo a porteira para o gado passar”. 
Porque não necessito do outro, eu desejo o outro, eu quero estar com o outro enquanto ele estiver somando. Luto por um relacionamento enquanto esse valer a pena.  
As minhas escolhas são feitas baseadas no que eu preciso para que a minha vida continue maravilhosa. Para que o brilho do meu olhar continue a contagiar a todos. Para que meu sorriso continue a envolver as pessoas. 

Não aceito menos do que mereço. Não preciso de ninguém para ser feliz. EU SOU FELIZ!
Quando você é feliz com você, você atrai pessoas que são realizadas com elas mesmas. 

Claro que às vezes pode ocorrer que algum vampiro, um infeliz desavisado, venha sugar de você o que ele não possui dentro dele.  Mas não há mentira que perdure para sempre e você , como eu, já providenciou para que a porteira  do penhasco seja aberta ao primeiro sinal de que esse veio para sugá-la. 
Esteja  pronta para alterar a sua história.  Mude isso! Invista em você. Não tenha pressa. Faça   parte deste grupo notável de mulheres aqui da página,  que escrevem a sua própria história porque sabem o que valem. Porque possuem autoestima e amor-próprio que não as deixam aceitar menos do que merecem. #LilianeRibeiro
“O fato mais interessante que você nota em uma mulher cheia de autoestima e amor-próprio é que ela não precisa de um homem  , ela QUER um homem, mas ela decide quem merece  ficar. ” #LilianeRibeiro 
Saiba mais …
Amazon.com.br https://goo.gl/fwM6aT

Saraiva Online https://goo.gl/q9MxA9

Livraria da Folha https://goo.gl/XGfIAK

Cia dos Livros https://goo.gl/81PWE1

Submarino https://goo.gl/SJbLtQ

Livraria Cultura https://goo.gl/YzbFri

Publicado por

Papo Reto com Liliane Ribeiro

Conselheira, espírito nômade, mediadora, inovadora, despudorada e bem-humorada é assim que me auto-defino. Escrevo o que sinto e o que penso sem a preocupação de agradar ao leitor. Escrevo para seres humanos que amam e querem ser amados sejam eles homens , mulheres, heterossexuais, homossexuais, trans, ricos ou pobres. A linguagem do amor é universal ela não faz distinção de pessoas, basta estar vivo para morrer de amor. Talvez seja exatamente por isto que as pessoas se identificam com a minha linguagem. O meu objetivo é empoderar pessoas para que elas não caiam nas ciladas que a paixão nos prepara e se caírem, que se levantem o mais rápido possível para seguirem a viagem insólita que é a busca do par perfeito.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s