O que você deve evitar para que seu amor prospere

Todos nós queremos que nossos relacionamentos funcionem, e é muito doloroso quando eles não dão certo. Quais são algumas das lições que  aprendi quando as coisas se desmoronam? Aqui estão algumas áreas problemáticas que passei e da próxima e que  podem ser evitadas.
Achar em vez de perguntar
Você não pode ler a mente do seu parceiro, amigo ou colega de trabalho, e quando você acha que pode, você está em apuros. Se você acha que ele têm um certo ponto de vista, faça  uma verificação de realidade e pergunte diretamente o que está acontecendo. Falar de tudo, em vez de engarrafar seus sentimentos, sempre constrói um vínculo mais forte e define limites mais claros entre vocês. 
Jogar o jogo da culpa
Apontar os dedos nunca resolve um problema. Culpar alguém pelos problemas do seu relacionamento é um tiro no alvo, e apenas leva a mais estresse. Sim, ele pode ser um forte  contribuinte, mas não é tudo culpa dele. É melhor olhar para si mesmo e “limpar o seu lado da rua”.
Subestimar a outra pessoa
Você pode pensar  que ele é  limitado de alguma forma. Mas será que é verdade  ou é mais um de seus preconceitos? Não acreditar que a outra pessoa é capaz de crescer é uma maneira infalível de destruir o seu relacionamento.
Não reconhecer todas as coisas boas
Sim, todos nós cometer erros, mas se você está constantemente lembrando deles, você está  envenenando o seu relacionamento. Procure sempre algo bom porque todo mundo tem e o dele está lá. Você não está ” viajando na maionese” ou “vivendo no mundo de Bob”, você está apenas sendo positiva, e construtiva.
Viver insegura
É difícil ficar perto de uma pessoa insegura. Se você não acredita que você é digna desse relacionamento –  faça algo sobre essa deficiência – senão você provavelmente vai empurrá-lo para longe.
Ganhar sem dar
É preciso dar e receber em um relacionamento, não apenas um lado fazer tudo. Se você não está recebendo o que você precisa, você deve expressar as suas preocupações. Não deixe-essa troca de lado  pensando que ele vai “se tocar”  porque ele não vai. #LilianeRibeiro

Publicado por

Papo Reto com Liliane Ribeiro

Conselheira, espírito nômade, mediadora, inovadora, despudorada e bem-humorada é assim que me auto-defino. Escrevo o que sinto e o que penso sem a preocupação de agradar ao leitor. Escrevo para seres humanos que amam e querem ser amados sejam eles homens , mulheres, heterossexuais, homossexuais, trans, ricos ou pobres. A linguagem do amor é universal ela não faz distinção de pessoas, basta estar vivo para morrer de amor. Talvez seja exatamente por isto que as pessoas se identificam com a minha linguagem. O meu objetivo é empoderar pessoas para que elas não caiam nas ciladas que a paixão nos prepara e se caírem, que se levantem o mais rápido possível para seguirem a viagem insólita que é a busca do par perfeito.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s