O TEMPO NÃO CURA NADA!

Quando o amor está envolvido, o tempo nunca é um fator que solucionará tudo em relação às nossas fatídicas conexões emocionais com outra pessoa. É por isso que nos sentimos entusiasmadas ou muito mal  quando reencontramos alguém  depois de muitos anos que não víamos, por que ainda sentimos a apunhalada no coração quando nos lembramos do que foi vivido. Do que foi despedaçado. A ferida ainda sangra.
Isso não quer dizer que estejamos todas em estado de êxtase depois de termos sido feridas emocionalmente.   A ideia de que nunca nos curarmos completamente não é uma desculpa para não avançarmos, para não “virarmos a página” ativamente em nossas vidas. 
A boa notícia é que, embora a ferida por si mesma nunca desapareça , temos a capacidade de remover o poder que nos consome, acumulando memórias mais felizes, novos amores e até mesmo diferentes lutas emocionais.
Simplesmente: nem sempre curamos nossas feridas emocionais, mas nos distraímos. Nós temos o poder de deixar essas abrasões desaparecerem à parte  de nossas vidas.
Esta é a parte mais importante, a propósito! Há uma diferença em reconhecer / levar, carregar, os sentimentos não resolvidos pacificamente e deixar que essas feridas dominem a sua vida.
 Se a dor do seu passado mantém poder total sobre o seu presente, então, você precisa nascer de novo para a sua vida,  trabalhar nesse sentido urgentemente . Você merece uma vida que lhe permita sufocar essa dor com as alegrias do seu progresso.
Tudo o que estou dizendo é que, às vezes, as feridas emocionais são tão pesadas e mais pesada ainda é a vontade de algumas pessoas de que elas nunca se apaguem  que nunca estarão  completamente 100 por cento “bem”. São sofredoras eternas.
Aprender a coexistir com as partes da nossa psique que ainda nos machucam em vez de fingir que estamos “bem” é  empoderamento. Gente,  não existe  alguma forma magicamente eficaz. Tudo que produz algo melhor não é fácil. Se fosse, todos fariam isso e não haveria necessidade de eu escrever artigos como este em uma cultura que insiste em que o pensamento positivo limpa todas as duras realidades da vida.
Não há nada de errado em reconhecer as partes de nós mesmos que não são perfeitas e precisamos superar essa ilusão de que sentir dor tem uma data de validade. É ridículo e leva a mais estresse, mais  culpa e mais luta do que qualquer um merece. A dor pode não passar por toda uma vida se você não der um basta. O tempo não poderá fazer nada por você! 
Os dias mais ensolarados têm as sombras mais sombrias. 
Você ainda pode ser uma pessoa plenamente funcional, saudável e feliz, mesmo que continue lutando com a dor do seu passado de tempos em tempos.  
Você não está fazendo nenhum favor negando-a ou pensando que há algo de errado com você por ter uma emoção humana real e válida. O tempo não cura nada, quem cura as suas dores é você com sua autoestima e amor-próprio. Se você deixar o tempo encarregado de esquecer os seus desencontros,  você passará toda a sua vida presa ao passado. LIBERTE-SE! – Liliane Ribeiro

Publicado por

Papo Reto com Liliane Ribeiro

Conselheira, espírito nômade, mediadora, inovadora, despudorada e bem-humorada é assim que me auto-defino. Escrevo o que sinto e o que penso sem a preocupação de agradar ao leitor. Escrevo para seres humanos que amam e querem ser amados sejam eles homens , mulheres, heterossexuais, homossexuais, trans, ricos ou pobres. A linguagem do amor é universal ela não faz distinção de pessoas, basta estar vivo para morrer de amor. Talvez seja exatamente por isto que as pessoas se identificam com a minha linguagem. O meu objetivo é empoderar pessoas para que elas não caiam nas ciladas que a paixão nos prepara e se caírem, que se levantem o mais rápido possível para seguirem a viagem insólita que é a busca do par perfeito.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s