Escolha quem você ama todos os dias

Escolha a pessoa  que você ama todos os dias (ou deixe-a)
Passei alguns relacionamentos sendo ferida e ferindo . Lembro-me de uma pessoa em especial, que eu ficava com ele, mas nunca o havia  escolhido de verdade .
O engraçado é que eu estar com ele. Eu realmente queria escolhê-lo. Ele era um homem requintado, brilhante e engraçado, sexy e sensual. Ele tinha o poder de fazer meu corpo inteiro rir com sua inteligência rápida e sensível. Ele dava um curto-circuito no meu cérebro com sua beleza exótica. Acordar todas as manhãs com ele aconchegado em meus braços era meu lugar feliz. Eu o amava de forma selvagem.
Infelizmente, como acontece com muitos casais, nossa ignorância de como amar criou rapidamente desafios estressantes em nosso relacionamento. Em pouco tempo, o devaneio feliz das manhãs logo deu lugar aos modos tensos e imaturos de nossa vida cotidiana, muitas vezes eu me perguntava, como acontece com a maioria dos homens, se havia outro homem  lá fora que fosse mais fácil de amar e que poderia me amar mais.
À medida que os meses passavam e esse pensamento reverberava cada vez mais na minha cabeça eu,  eu o escolhia cada vez menos. Todos os dias, por 1 ano, eu o escolhia um pouco menos.
Eu fiquei com ele. Contudo simplesmente deixei de escolhê -lo. Nós dois sofremos.
Escolhê-lo significaria  concentrar-me todos os dias com os presentes que ele trazia para minha vida : a risada, a beleza, a sensualidade, a brincadeira, a companhia, e assim muito mais.
Infelizmente, muitas vezes eu achei quase impossível abraçar – ou mesmo enxergar  – o que ele tinha de tão maravilhosamente maravilhoso.
Eu estava muito focada na raiva, nas inseguranças, nas demandas e nos outros aspectos da sua personalidade forte que me espantavam. Quanto mais eu me concentrei no seu pior, mais eu vi isso, e mais eu refletia de volta para ele, oferecendo o meu pior comportamento. Naturalmente, isso só ampliou a pressão sobre o nosso relacionamento o que  me fazia escolhê -lo ainda menos.
Assim, nossa espiral de morte desagradável se reproduziu ao longo de quase 1 ano e meio.
Ele lutou muito para me fazer escolhê-lo. Essa é uma tarefa tola. Você não pode fazer alguém te escolher, mesmo quando esse alguem te ama.
Para ser justo, ela também não me escolheu completamente. Algumas atitude alimentadas por raiva que muitas vezes ele lançava para mim eram evidências suficiente disso.
Eu percebo agora, no entanto, que ele ficava muitas vezes com raiva porque não se sentia seguro comigo e tinha medo de me  abandonar.
Na verdade, eu o abandonei.
Ao não escolhê-lo completamente todos os dias por quase 1 ano  e meio, concentrando-me no que me incomodava e não pelo que adorava sobre ele, eu o abandonei.
Como uma flor perfumada e preciosa, que eu trouxe orgulhosamente para minha casa e depois não consegui regar, deixei-a sozinha de inúmeras maneiras para murchar no calor quente e seco do nosso relacionamento íntimo.
Nunca  escolherei outro homem que eu não ame de novo.É uma tortura para todos.
Se você está em relacionamento, convido você a se fazer esta pergunta:
“Por que eu escolhi meu parceiro hoje?”
Se você não conseguir encontrar uma resposta satisfatória, aprofunde-se e encontre uma. Pode ser tão simples quanto perceber que, na verdade do mais profundo do seu ser a sua resposta é – “eu apenas quero”.
Se você não consegue encontrá-la hoje, pergunte-se novamente amanhã. Todos nós temos dias meios desconectados do mundo nos nos quais qualquer resposta parece  difícil ser dada.
Mas se muitos dias passaram e você simplesmente não conseguir se conectar com o motivo pelo qual você está escolhendo o seu parceiro, e sua relação é cheia de estresse, deixe-o ir. 
Crie a abertura para outro ser humano aparecer e que você que você possa enxerga-lo  com olhos frescos e um coração ansioso que o escolherá com entusiasmo todos os dias. Não tenha pressa , não seja guiada pela ansiedade e pela solidão. 
Seu amado merece ser escolhido com entusiasmo.Todos os dias e Você também.

Escolha sabiamente.  -LilianeRibeiro 
Liliane Ribeiro é autora do livro Papo Reto com Liliane Ribeiro à venda nas melhores livrarias perto de você . 
#euamoler #bienalrio #livro #book #inspiracão #fatimabernardes #amor  #LilianeRibeiro

Publicado por

Papo Reto com Liliane Ribeiro

Conselheira, espírito nômade, mediadora, inovadora, despudorada e bem-humorada é assim que me auto-defino. Escrevo o que sinto e o que penso sem a preocupação de agradar ao leitor. Escrevo para seres humanos que amam e querem ser amados sejam eles homens , mulheres, heterossexuais, homossexuais, trans, ricos ou pobres. A linguagem do amor é universal ela não faz distinção de pessoas, basta estar vivo para morrer de amor. Talvez seja exatamente por isto que as pessoas se identificam com a minha linguagem. O meu objetivo é empoderar pessoas para que elas não caiam nas ciladas que a paixão nos prepara e se caírem, que se levantem o mais rápido possível para seguirem a viagem insólita que é a busca do par perfeito.

Um comentário em “Escolha quem você ama todos os dias

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s