MUDEI, PRINCIPALMENTE POR CAUSA DE VOCÊ 

Mudei, principalmente por causa de você.
Eu cresci tanto. Os anos me mudaram. A vida foi difícil depois que você se afastou, mas ela me deu tudo o que eu precisava para seguir realizando meus sonhos,  para viver uma vida da qual me orgulho. Para esquecer o amor que senti por você.
Eu não acredito mais em tudo o que dizem porque já ouvi tudo isso antes. Eu não vou ficar a noite inteira  esperando de alguém, uma mensagem ou uma notícia qualquer, porque agora tenho coisas maiores e muito melhores para me preocupar. Agora estou concentrada em mim.
Eu não me pergunto o dia todo e a noite toda se alguém me ama. Aprendi a me amar mais do que eu te amei.
A verdade é que você me mudou, mas era exatamente isso o que eu precisava para me tornar uma pessoa melhor, para me tornar uma pessoa mais forte e uma pessoa mais sábia. Eu precisava mudar.
Aprendi a não acreditar em pequenas mentiras. Sou uma pessoa que perdoa, mas nunca esquece. Uma mulher que se ama acima de tudo.
Você  não é mais o único da minha vida. Eu posso viver sem você.
Eu não sou mais a garota que eu costumava ser quando nos conhecemos, não sou mais a garota que te amava mais do que amava a si mesmo.
Mas a verdade é que, eu gosto de quem sou agora, gosto de quem me tornei.
Eu gosto de ter a certeza de de que ninguém é melhor do que eu, ou que tenho sorte porque alguém está falando comigo.
Aprendi que devo amar por suas ações e não por palavras.
Aprendi que  não devo colocar ninguém em um pedestal ou adorar o seu potencial.
Agora não me importo se você consegue ver quem eu realmente sou, e não o que eu fingi ser para impressioná-lo.
Aprendi a não insistir mais para fazer as pessoas ficarem comigo. As despedidas não me assustam mais.
Outras mulheres não me intimidam. Se alguém deve ser meu, o coração dele não se dobrará por mais ninguém. 
Gosto da mulher confiante que me tornei. Eu gosto de estar certa de que você não possui mais meu coração.
A verdade é que eu não sou a garota que eu costumava ser quando nos conhecemos, então não espere um dia encontrá -la novamente.
Hoje, permaneço de pé e feliz  porque sou eu que decido quem fica na minha vida ou sai de repente. – Liliane Ribeiro

#Livro #euamoler #bienalrio #Livros #instalivros #amor #foto #LilianeRibeiro #Paporetoliliane #livroseleitura #leiamais #mulheres #casal #booklove 

Publicado por

Papo Reto com Liliane Ribeiro

Conselheira, espírito nômade, mediadora, inovadora, despudorada e bem-humorada é assim que me auto-defino. Escrevo o que sinto e o que penso sem a preocupação de agradar ao leitor. Escrevo para seres humanos que amam e querem ser amados sejam eles homens , mulheres, heterossexuais, homossexuais, trans, ricos ou pobres. A linguagem do amor é universal ela não faz distinção de pessoas, basta estar vivo para morrer de amor. Talvez seja exatamente por isto que as pessoas se identificam com a minha linguagem. O meu objetivo é empoderar pessoas para que elas não caiam nas ciladas que a paixão nos prepara e se caírem, que se levantem o mais rápido possível para seguirem a viagem insólita que é a busca do par perfeito.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s