A quebra de tradição na união homoafetiva mais comentada do ano.

Se o casamento entre pessoas do mesmo sexo ainda é visto com algo incomum, imagine quando o convite para a cerimônia é feito pela rede social quebrando a tradição.

Convites virtuais inspiram e esclarecem não apenas os convidados, como também as noivas que amam o imediaitismo da resposta e a inclusão semanal de informações sobre os preparativos para o grande dia . Segundo a escritora e blogueira Liliane Ribeiro algumas pessoas precisaram de um tutorial para navegar no site e no aplicativo, fora isso os comentários têm sido os melhores.

Além de celebrar o amor entre duas mulheres, os textos publicados no site sobre a história do casal prega a inclusão e ajudam a cultivar as idéias de qualquer mulher seja ela bissexual, lésbica ou hétero que esteja procurando aquela faísca especial que acenda seu mais profundo Joie de Vivrequando se trata de planejar seu casamento. Os convites virtuais são inovadores e dinâmicos o tema ou os temas são criados pelos pombinhos.

A cerimônia que selará a união das duas será realizada em 30 de setembro, no Rio de Janeiro e estão sendo esperados cerca de 600 convidados, entre eles as cantoras do “The Voice Kids” Lorena Fiori e Vick Valentim e como padrinhos o casal mais comentado do “Power Couple Brasil 2018” Diego Grossi e a modelo Franciele Almeida (também ex-“BBB”, escalada para a próxima temporada do “Dancing Brasil”). A tarde de domingo contará com show do cantor Hugo Rocha, que vem fazendo sucesso no Rio de Janeiro, umas das apostas do sertanejo, além da presença de celebridades no mundo GLBT. O buffet leva as assinaturas do Chefe Eduardo Araújo e Adriana Lemos, nas estações de drinks mixeds para atender a todos os convidados o barmen das estrelas Rafael. A decoração ficou a cargo do decorador Allex Alvesque promete surpreender.

#CasamentodeMiriameLiliane

http://www.brandpress.com.br/2018/09/11/a-cerimonia-glbt-do-ano/

Publicado por

Papo Reto com Liliane Ribeiro

Conselheira, espírito nômade, mediadora, inovadora, despudorada e bem-humorada é assim que me auto-defino. Escrevo o que sinto e o que penso sem a preocupação de agradar ao leitor. Escrevo para seres humanos que amam e querem ser amados sejam eles homens , mulheres, heterossexuais, homossexuais, trans, ricos ou pobres. A linguagem do amor é universal ela não faz distinção de pessoas, basta estar vivo para morrer de amor. Talvez seja exatamente por isto que as pessoas se identificam com a minha linguagem. O meu objetivo é empoderar pessoas para que elas não caiam nas ciladas que a paixão nos prepara e se caírem, que se levantem o mais rápido possível para seguirem a viagem insólita que é a busca do par perfeito.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s