Passamos tanto tempo tentando descobrir

Passamos tanto tempo tentando descobrir se a pessoa que amamos nos ama que nos esquecemos de desfrutar o amor pelo que ele é, o momento, o tempo que existe. Passamos dias imaginando, gastando nossas ponderações sobre como podemos fazer para que o relacionamento dure para sempre. A verdade é que ninguém pertence a ninguém e a idéia de sempre é uma doce fantasia alimentada por filmes e novelas.

A única maneira real de amar é amar no momento. Ame nos momentos de silêncio no sofá. Ame no silêncio do quarto e no silêncio dos filmes que vocês assistem juntos. Ame de casa ao ponto de ônibus. Ame no momento da mensagem de texto que você recebe. Pare de focar no que vai dar. Concentre-se em amar no presente, no segundo, no momento.

É assim que o amor verdadeiro acontece. É assim que o amor duradouro acontece. Não é o tipo de romance do cinema, não são gestos grandiosos e confissões agonizantes. O amor, amor verdadeiro, está no silêncio de uma tempestade e você enrolada com quem ama se sentindo segura. O amor está no silêncio de um quarto de hospital quando você percebe que a pessoa que você ama está sofrendo ao seu lado. Ame no caminho de volta para casa sentindo o cheiro de comida quente no fogão e os braços mais quentes te esperando. O amor mente nos pequenos momentos que as pessoas muitas vezes olham para o passado acreditando que poderiam ter tido mais ou vivem o presente buscando “quem sabe outras emoções”.

Ame aqui, ame o momento, não troque o momento pela eternidade, e eu prometo que o amor não falhará com você.

Publicado por

Papo Reto com Liliane Ribeiro

Conselheira, espírito nômade, mediadora, inovadora, despudorada e bem-humorada é assim que me auto-defino. Escrevo o que sinto e o que penso sem a preocupação de agradar ao leitor. Escrevo para seres humanos que amam e querem ser amados sejam eles homens , mulheres, heterossexuais, homossexuais, trans, ricos ou pobres. A linguagem do amor é universal ela não faz distinção de pessoas, basta estar vivo para morrer de amor. Talvez seja exatamente por isto que as pessoas se identificam com a minha linguagem. O meu objetivo é empoderar pessoas para que elas não caiam nas ciladas que a paixão nos prepara e se caírem, que se levantem o mais rápido possível para seguirem a viagem insólita que é a busca do par perfeito.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s