VOCÊ NÃO MERECE SER AMADA

Ouvi uma conversa entre duas mulheres na academia, sobre seus relacionamentos passados e, de repente,uma delas começou a se lamentar: “Por que não consigo encontrar o amor verdadeiro? Eu mereço, caramba! ”

Fiquei prestando toda atenção ao passo que ela mostrava seu currículo:
Mulher paquerada por todos, boa aparência, bem sucedida e fechou com a pérola- tenho um carro do ano.

Entre uma lamúria e outra disse gostar de cuidar do seu homem em todos os sentidos. Suas palavras mostravam ser ela realmente uma boa pessoa com um coração maravilhoso que só quer amar e ser amada.

Uau, ótimo currículo! Soa como a mulher perfeita, mas por toda a conversa ela não disse: Por que ela merece ser amada.
Eu sei que isso vai ser um choque para você, mas suas credenciais monetárias e profissionais nada tem a ver com ser amada (o). Só porque você tem um monte de qualidades, não quer dizer que o outro vá procurá-la(o).

Você não encontra um parceiro só porque você é bem sucedida(o) e tem um salário alto … a não ser que você queira um homem ou uma mulher mal intencionado, daqueles que chegam para arrasar sua vida emocional e financeira.

Você não encontra seu parceiro ideal, só porque você tem um grande coração e é uma boa pessoa.
Não existe tal coisa como apaixonar-se, simplesmente porque você “merece”. Mostrar seu currículo não garante emprego.

Você já teve alguma coisa que valesse a pena, só porque você é legal? Provavelmente não. Então, por que no amor será diferente?

Não há um cupido correndo, atirando em pessoas “merecedores”, com suas flechas por aí. Infelizmente, não há.

O amor não é diferente de qualquer outra coisa de valor que você já tenha conquistado.É preciso muito trabalho e trabalho duro.

Que tal começar com:
Veja a relação como uma oportunidade para se doar
Esteja disposto(a) a mudar
Esteja disposto(a) a admitir seus erros
Ouça primeiro
Apoie seu parceiro
TPM de lado e bom humor
Não veja problemas onde eles não existem

E justamente quando você pensa que já trabalhou o suficiente,o amor vai dizer-lhe para trabalhar um pouco mais. “Querida(o), engole um pouquinho mais desse orgulho que ainda não chegou na medida certa.”

Você não falhou em encontrar o amor um monte de vezes.
Você tropeçou em um monte de maneiras, que não funcionam para encontrar o amor. Que sirvam de pura experiência adquirida a duras penas. O que você acha de deixar essa coleção de derrotas de lado ?

Então, levante-se. Avalie o que você está fazendo. Perceba o que não está funcionando e tenha coragem de mudar isso.
Apaixonar-se é fácil. Devemos aprender é como manter esse amor quando ele chegar e não é com dinheiro ou vida bem-sucedida que isso acontece.
Faça por merecê-lo.

A ARTE DE ENVOLVER-SE COM O HOMEM ERRADO

Vejo mulheres se envolvendo com caras errados o tempo todo. Sempre que me procuram os problemas são os mesmos ou elas se apaixonaram por um cara que não sente o mesmo por elas, ou acabaram sendo passadas para trás por conta de uma forçação de barra.

Seja qual for o caso, a maioria não cai no erro uma vez ou duas vezes, mas várias e várias vezes. Deve ser para ter certeza mesmo da besteira que estão fazendo.

Por que será que algumas das mulheres mais inteligentes que eu conheço caem nessa armadilha ficando com homens que não são dignos de seu tempo e energia?

Se isso é algo que soa familiar, continue lendo para ver se você se encaixa em uma dessas categorias em resposta a pergunta acima.

Tenho notado um padrão em mulheres que têm uma visão distorcida delas mesmas.
Prestem atenção: Sua autoestima não está ligada ao sucesso, a sua independência, a sua roupa nova ou ao seu penteado.

Por exemplo, você entra em uma situação com um cara que pode não ser a pessoa ideal. Quando o sinal de alerta vermelho começa a aparecer, você não o vê, porque você está focada em fazer isso dar certo, amar e ser amada. Você quer ter sucesso.E se submete a ser apenas mais uma na coleção dele acreditando que um dia isso pode mudar.

Cada vez que um relacionamento não funciona, você sente que falhou, e isso afeta muito a sua autoestima.
Se você não se amar, não se valorizar, continuará a colocar-se em situações de menos-que-ideal e se cercar de pessoas que têm a mesma mentalidade. Assim,o ciclo continua.

Você precisa entender que o sucesso seja em qualquer área não mede a sua auto-confiança. Seu valor é medido em como você se vê. O que você vale? Você vale um cara que está disposto a mover o mundo para estar com você? Ou você está bem com um cara que não atenda às suas necessidades e ainda por cima indiferente?

Seja realista: Você está sendo honesta com você mesma? Você está realmente bem com ele ou ficaria melhor sozinha? Se encontrar alguém é muito importante para você, você precisa ser mais seletiva na hora de escolher para quem você entrega seu coração. Cuidado com o desespero e a solidão .

Isto significa se dar para alguém que queira compartilhar sua vida com você. Significa não namorar ou casar, simplesmente, porque você está sozinha ou porque você sente que seu relógio biológico (mítico) está passando e você tem que encontrar alguém agora ou será tarde demais para você.

Não se fica com alguém simplesmente porque colocou na cabeça que ninguém vai amá-la seja aos 20 ,30 ou 50 anos de idade.
A energia que você irradia quando você vem de um lugar de solidão e desespero é algo que as pessoas captam. Daí a explicação do porque de sempre entrar em uma furada. Energia negativa atrai energia negativa.

Seja honesta com você mesmo. Não há nada de errado em querer estar com alguém, mas pense bem. Crie uma lista de coisas que você pode trazer para um relacionamento e, em seguida, uma lista de coisas que você quer que a outra pessoa traga.
Quando você encontrar alguém, vá para a sua lista e veja se ele se encaixa no que você está procurando.

Não fique tentando mudar as coisas ou se auto-sabotando aceitando o que você não merece. Inconscientemente, você está se recusando a ver a verdade que está bem a sua frente, porque a verdade te assusta.

Seja honesta consigo mesmo, quando quando algo não “descer redondo” isso é importante em todos os aspectos de sua vida, especialmente nos relacionamentos. Você não quer desperdiçar meses- ou mesmo anos- com alguém que não vale seu tempo e sentimento.

Continuar um relacionamento fantasiando ou vendo tudo com um óculos cor-de-rosa, quando está tudo nebuloso é prejudicial para seu bem-estar. Você ignora seus limites. Você permite que eles a tratem menos do que você merece. Você começa a perder-se em suas próprias ações. E isso começa a causar estragos na sua autoestima.

Aprenda a ouvir a sua intuição, não ignore-a. A compreensão da diferença entre o seu ego e seu guia interior é vital na tomada de melhores decisões para sua vida. Esta prática pode certamente se aplicar ao namoro e aos relacionamentos sejam eles quais forem.

Seu ego é a voz que fala com você a partir de um lugar de medo, inveja, etc. Fazer as coisas baseado no ego do tipo: “algora ele vai ficar comigo de qualquer jeito”, tem resultados e efeitos negativos.

No entanto, quando você toma o controle racional, você se permite entrar em sintonia com o que a sua intuição está dizendo e passa a tomar decisões a partir de um lugar positivo- O do que é melhor para você.

Namorar ou casar com o cara errado não tem de ser um hábito, porque você pensa que é azarada mesmo e a vida é assim. Coloque-se em primeiro lugar e nunca se contente com menos do que você merece.

Reconheça quando bandeiras vermelhas aparecerem e não tente transformar o vermelho em verde. Quando finalmente você chegar à raiz do problema de continuar sendo sugada para o turbilhão dos caras errados, tome decisões baseadas na sua integridade que a conduzirá para encontrar o melhor para você.Não se venda por pouco.

http://facebook.com/lilianepaporeto

%d blogueiros gostam disto: